10.11.07

Sereia, explico porquê



Sou Sereia porque me identifico com a imagem comum, pagã e mítica que todos temos deste ser: metade mulher, metade peixe.
Não nasci Sereia, fui-me transformando ao longo dos caminhos que fui fazendo. Afinal, a vida é mesmo isso: transformação permanente.

Hoje, deixo uma frase retirada de uma música dos James de que gosto muito:


"May your mind set you free,
May your heart lead you on"

Sem comentários: