12.3.08

Canção de Cabeceira

Hoje pensei nos mais pequeninos...
Deixo uma canção de que gosto muito, uma canção de embalar...
Para aqueles que gostam de canções de embalar, para os que têm mais "piquenos" lá em casa, para os que têm amiguinhos, sobrinhos, filhotes, vizinhos e por aí fora...
Para quem gosta de crianças e passa tempo com elas, as suas, as de outros que nos são queridos...


Dorme criancinha que a noite vai alta
És o rei do mundo diz-me o que te falta
Enquanto tu dormes o teu leite espera
A serpente chora e a rola impera


Olha à tua volta nadas em sorrisos
Há um carrossel no cantar dos guizos
Dorme nesse berço de embalar
Calor como esse não vais encontrar


Voa a sono solto com asas douradas
Ri-te com os anjos dança com as fadas
Enquanto tu sonhas no vale dos lençóis
Dormem os covardes dormem os heróis


Dorme meu amor dorme o mais tardar
Esquece o lobo mau deixa-o salivar
Eu sou a avózinha que canta a canção
De embalar o berço já me dói a mão


Dorme criatura estão à tua espera
Á porta da lura tal qual uma fera
Ouve o assobio são eles a chamar
O mundo vazio está por saciar


Acorda criatura é tempo de partir
Leva essa criança que sabe sorrir
Guarda-a bem em ti toda a vida
No forro da alma muito bem cosida


Letra de Carlos Tê, música de Helder Gonçalves
CLÃ, album Rosa Carne

Sem comentários: