13.5.08

Aos meus afilhados queridos

Escrevo já passa da meia-noite, por isso escrevo atrasada.
Ontem foi um dia especial para a fava Rica por duas razões: O aniversário dela e o aniversário da união oficial dela com a Peste!


A Peste é o nome carinhoso que eu atribuí ao Amor da vida da Fava Rica :) Muito antes de eles sonharem em se conhecerem...


Na verdade, não foi nada planeado. E assim é que tem graça. Correu tudo tão bem que depois da Peste ter feito batota a noite toda no jogo dos países e depois de a Fava Rica ter gozado a noite toda com a Peste, porque o FCP tinha perdido um jogo (eu que nunca percebi nada de futebol... já nem me lembro com quem é que o FCP jogou... ajudem-me lá Peste e Fava Rica!!!!).........


Depois disso tudo... aconteceu a magia nos seus corações lindos e os dois fazem um par de amigos que trago sempre dentro do meu coração, num lugar muito especial.


Nunca tinha sido madrinha de ninguém na minha vida... e, fez ontem um ano, fui "mardinha" pela primeira vez. Eu percebi o porquê do convite, mas não fazia ideia do que era ser madrinha... eu achava aquilo uma coisa de muita responsabilidade e assumi que ia ser difícil.
Quem me conhece sabe que posso ter muitas aparências (umas mais esquisitas que outras, às vezes transformo-me) mas de todas, aquela que nunca tive... foi a de madrinha :)


Nunca tive feitio para isso e acho que esse papel devia ser delegado em alguém com algum sentido de responsabilidade... o que não é o meu caso.
Mas fui. Fui madrinha. Não podia recusar! Os dois afilhados são demasiado queridos para mim para qualquer não. Mas ia às escuras... Até correu bem.


Fiz-lhes a surpresa de montar um slide-show em power point em parceria com a irmã da Peste, que me deu um trabalhão e me encheu de orgulho no final... porque vi as lagrimitas a brilharem de felicidade. Foi um momento mesmo lindo e mesmo especial, desse dia :)
A par da caixa de sapatos que apareceu no final do brinde... (tanto que eu fechei os olhos e pedi para ela não cair...)


Faz hoje um ano... ou melhor... fez ontem um ano, e a Peste estava mais nervosa do que nunca.
Meu querido afilhado!!! A ansiedade era tanta, que o fato preto com gravata branca pareciam mudar de cor... se eu lhe perguntasse, tenho a certeza de que jurava que o fato era branco e a gravata era preta :) eh eh
Era aquele sorriso nervoso, não era amarelo. era nervoso. Mas sempre em festa!
Depois foi a vez de chegar ao altar e esperar... ainda mais...
A noiva chegou (sem os pormenores dos meandros entre um momento e o outro...) linda, ao som da musica do Shrek. Foi emocionante!!!

Depois de o padre ter feito umas perguntinhas aos noivos para ver se eram noivos atentos... eu só me lembro "do Pai, do Filho , do Espírito e do Santo" e de ter feito os possíveis para disfarçar os lenços de papel que dei na mão da Peste... as lágrimas de emoção caíram finalmente!

Na festa com a malta toda, houve os chapéus de cowboy que fizeram a diferença... e houve bons momentos. Toda a gente a dançar com coreografia a sério... até ao momento de caminhar em direcção ao desconhecido e dar o ramo a alguém de olhos vendados. Foi outro momento especial a destacar, dos milhares de segundos especiais desse dia.

O dia que nunca mais acabava.
O dia que mal acabou vos levou até à tropicalidade de um país bonito e diferente.
O dia em que começou uma nova etapa nas vossas lindas vidas.
Tenho mesmo que vos dizer que são especiais. Vocês os dois são seres humanos magníficos!
Posso dizer com conhecimento de causa e com orgulho de "mardinha"!

Parabéns a vocês, meus queridos amigos!
Quero muito que sejam sempre esses seres lindos!

Que a vossa vida seja sempre povoada de bons momentos, tenha sempre alegria, tenha sempre esse Amor que vos uniu.
Esse Amor que fez com que olhassem nos olhos um do outro e se escolhessem para partilhar a visão, o cheiro, o tacto, o paladar e ouvido. Para partilharem a vida e os ciclos que fazem parte dela, juntos. Com o coração a bater de emoção.

Gosto muito de ti Peste!
Gosto muito de ti Fava Rica!

4 comentários:

kakauzinha disse...

Uma noiva ao som do Shrek, achei lindo!

E pelo que li a Peste e a Fava Rica têm uma "mardinha" toda babada com os seus afilhados, logo são uns sortudos!

Espero que continuem a ser todos muitos felizes e muito amigos porque o calor da amizade é um "fogo que arde e que se vê" sempre.

Beijinhos muito azuis e muito agradecida pelas palavras carinhosas no meu cantinho(*):)

FavaRica disse...

Adorei a homenagem!
Foste e és uma Madrinha à altura!
Sabíamos isso quando te escolhemos :-)

Obrigada pelas tuas palavras. Elas são o melhor presente!

p.s. O FCP perdeu 1-0 com o Boavista naquela noite... :-D

Angel of Light disse...

Já estou como a Kakauzinha. Uma noiva ao som de Shrek, deve ter sido o máximo.

És linda por gostares tanto daqueles que te escolheram para "amardinhar".

Querida, não é meu hábito, mas tenho lá no blog um desafio que gostava que alinhasses. Não é nada do género de falar sobre si, escrever uma frase com 6 palavras, nomear blogs... Nada disso! É só mesmo a tua opinião. Se puderes, e quiseres, aceita.

Beijinhos de Amor, Paz e Luz!

Pipinha disse...

Minha amiga muito querida e lindaaaa, é maravilhosa a forma como homenageias os teus amigos!!
É um prazer ser tua amiga e vir aqui ler as coisas bonitas que escreves e que vem bem do fundinho do teu coração sensível e marvilhoso.
Adoro-te!!!
Beijinhos muito carinhosos, abraço bué longo e apertadinho e muitos abanicos coloridos!!!
Fico feliz por ver aqui a Angel e a Kakauzinha a deixarem-te miminhos. Era óptimo se nos encontrassemos todas um dia...