1.7.08

Formar ou Ensinar (?)

Depois de um fim-de-semana muito mal humorado e a pedido de várias famílias... :) resolvi escrever sobre o maldito curso que fui fazer e que, infelizmente, me ocupou dois dias de vida lindos, com um sol maravilhoso e com amigos lindos com os quais poderia ter passado algum tempo e com sobrinhos lindos que não vi mesmo durante esses dois dias malfadados!

Pronto, então lá fui eu fazer um tal curso de power pool, eu explico melhor: uma espécie de hidroginástica que a Manz inventou e licenciou.

Estava eu sentada numa cadeira de plástico verde, eram mais ou menos 8h30 da manhã de sábado, ainda sem saber muito bem o que ia fazer, o como, o quem, o quando...
Eis que me é colocado à frente um contracto para assinar. PIMBA!!!

Antes de fazer seja o que for, tenho que jurar com mão em cima da bíblia que nunca farei o que irei aprender a fazer em qualquer outro lugar, sem que antes a Manz tenha conhecimento e me dê autorização para tal!

Ora aí está!

E já agora, assegura-se também com o papelinho, que deve ser assinado em todas as páginas lidas, que o instruendo toma conhecimento de que a formação é renovada de 3 em 3 meses, com o respectivo pagamento de tudo quanto deve fazer e refazer e repetir e tudo e tudo e tudo...

E agora têm todos que fazer isto igual ao que a Manz quer que façam. E só podem fazer isto assim, não podem mudar nem uma ponta do pé para o lado contrário, nem o sorriso pode ser amarelo, nem a música pode estar noutro sítio quando estiverem com o braço nesta posição.
Isto tem de ser EXACTAMENTE ASSIM!!!

E agora têm 20 minutos para treinar.

OK, agora temos uma hora para almoçar.

Já passou uma hora???

OK, agora vamos fazer a coreografia.


******************


Na verdade, eu não gostei!
Acho mesmo que foi a primeira vez que fiz qualquer coisa dentro de água com vontade de sair dali pra fora.

Não que as coreografias não sejam giras, não que a aula não seja bem estruturada, não que a instrutora não fosse competente na execução dos movimentos. Não é nada disso.

Mas saí dali com aquela sensação estranha de quem não sabe se pagou para aprender qualquer coisa ou se pagou para fazer qualquer coisa que outros querem que eu faça...

Na verdade, acho que fiquei sem saber se aquilo era formar se era ensinar.
Porque, na realidade, eu não senti que aprendi nada. E isso deixa-me demasiado zangada com o sistema para querer continuar a fazer parte dele e a pagar para não aprender NADA! E conclui que era mesmo VENDER!

Basicamente o sistema funciona com o pagamento de coreografias que são feitas por pessoas altamente qualificadas e com músicas escolhidas a dedo por essas mesmas pessoas. Depois, quem vai dar aulas, só precisa de comprar essas coreografias de 3 em 3 meses... e executá-las com a maior perfeição técnica que possa existir (e quando digo a maior, é MESMO a maior).

Era só o que me faltava!
Agora tinha que pagar para dar aulas!
ahhahhhahhhahahaha!!!
Saí de lá danada com aquilo, está mais do que visto. E sem vontade nenhuma de dar este tipo de aulas, óbvio! Jurei para mim mesma que não gastaria nem mais um tostão com o Power Pool.

Se não fosse a minha querida Fava Rica, que me levou à festa de S. Pedro nesse sábado agoirado, o fim-de-semana tinha sido mesmo para esquecer. Lá comprei um manjerico para oferecer à mamã do meu coração :)
Mas nem os manjericos são o que eram!!! Ou então era mesmo eu que não conseguia aguentar o mau dia que tive...O meu já murchou :( mas antes fez um sucesso estrondoso, foi fotografado por várias pessoas e de várias poses com um cravo cor de laranja e uma quadra linda!

E no domingo lá voltei à porcaria da formação. Sem vontade nenhuma de perder tempo com aquilo.
Hoje recebi um e-mail a informar que fiquei apta com ajuda, eu e mais três colegas. Os restantes nem sei. Apta com ajuda, quer dizer que posso dar aquelas aulas mas com outro colega ao lado.

Mal sabem eles que eu não pretendo dar aulas daquelas nem sozinha nem acompanhada... E que não pretendo gastar nem mais um tostão naquela formação.

Deixo aqui uma questão para quem quiser, souber e puder responder...
Qual é a diferença entre formar e ensinar?

Depois do fim-de-semana passado, fiquei mesmo com essa dúvida a zumbir na cabeça.

2 comentários:

FavaRica disse...

Pois é! Valeu-nos a noite de S. Pedro, as rifas do sai sempre e o manjerico (que, a propósito, deve ter murchado pela minha presença - eu disse-te que sou mau agoiro para os benditos!!!)
Deixa os Manz! Deixa! Continua a ser única - pelo menos enquanto puderes! ;-)

É verdade! Quero ir pa essa Folia contigo!! :-)
Se não tiveres companhia, gostava de ver também o espectáculo (só pela Regaleira já vale a pena!)

Beijo!

Pipinha disse...

Minha Amiga querida e linda, tenho andado um pouquinho ausente, andei de volta do diário das minhas viagens, a terminar de editar mais uma viagem que fiz. Se quiseres, depois passa lá para veres.
Olha, fiquei de boca aberta ao ler este post sobre a tua formação e desculpa o desabafo.... Granda lata que a Manz tem!!!!! E esse teu chefe não percebe nada do que é ensinar com prazer!! :-/
Obrigarem-te a dar aulas de hidroginástica com eles querem, é de loucos!!! A pessoa que está a dar uma aula dessas tem que se entregar a ela com prazer para cativar as pessoas!! Cada pessoa tem o seu estilo pessoal a dar essas aulas e isso é que dá brilho às aulas e alegria aos alunos!!!
Ensinar tem que ser com o coração, com carinho e prazer naquilo que se está a fazer!! Bolas!!!
Ohhh amiga, imagino como te deves ter sentido depois dessa formação e como te deves estar a sentir ao dar as aulas.... Que coisa!!!! Vê-se com cada uma!!
Envio-te um enormeeeeeeeee abraço e um sorrisão. Força miguita!!!
Vou ver se consigo brevemente visitar-te. Tenho saudadinhas de falar contigo!!
Espero que tenhas um Domingo com muito carinho, paz e alegria.
Beijinhos repenicados nas tuas bochechinhas kidas e muitos abanicos coloridos!!!
Gosto muito de tiiiiii!!!