14.12.08

Gota a gota




As gotas sucedem-se numa fileira dupla de queda amiúde
São pálidas, são cristalinas, transparentes

São fruto do bater do coração
São fruto da razão, também. Por que não?

*

Caminho a passos largos para a grande mudança.
Caminho sem parar, porque a vida não pára e os ciclos são para se cumprirem.
Sinto frio e sei que não é só porque a meteorologia assim nos propõe passarmos por estes dias. Sinto frio depois do calor de ontem que me encheu de lágrimas até hoje.

Há dias na minha vida em que parece que o dia vai ser só isso.
E penso que 'só isso' é muito... e sei que é muito mais do que isso
Ontem, foram lágrimas. Hoje, também.

Porque estou sem palavras*

3 comentários:

Angel of Light disse...

Olá doce amiga... grande Guerreira das profundezas de... bem, tu sabes donde!

Força amiga, força... o caminho está à tua frente... só tens de trilha-lo com muito Amor e Paz. Ah e com os olhos bem abertos para não te escapar nada... porque é às vezes num pequenino pormenor que está a setinha por onde devemos seguir. Vive tranquila o dia-a-dia... o aqui e agora!

Se te apetecer falar, sabes onde me encontrar...

Cubro-te de luzinhas violetas (cor da transmutação) e douradas... para iluminar com sabedoria o teu novo trilho.

Beijinhos de Amor e Luz!

Mukkinha disse...

As lágrimas devem ser a mais pura das substâncias... é a única explicação para serem as únicas capazes de lavar a alma.


Se ficares com palavras podes guardar algumas para mim :)

Beijos

Sereia* disse...

Querida Angel e
Querida Mukkinha,

Estão as duas no meu coração*
Obrigada*