17.8.09

Onda e mar, mente e corpo.
São tudo o que sinto. São tudo o que sou.

Só falta a palavra vibração.
Que eu acho que a vibração do mar é diferente da da terra. Não é maior nem menor, não é mais nem menos, mas acho diferente.

Talvez por ser Sereia* e ter a mania de viver metade na Água, metada na Terra.
Será?
Não posso negar, nem esquecer.
Não quero mesmo que algum dia passe sem que eu me lembre que sou Sereia*

O Mar e a Terra são, portanto, inegavelmente e inequivocamente, meus pais.
Meus Pais! Meus Pais!
Meus queridos e amorosos cumplices da minha existência.
Que mais posso eu querer se tenho água e sal... e tenho terra e verde?
Os Meus Pais foram iluminados quando decidiram gerar-me desta forma.
E sim, foi uma decisão, não foi o acaso. Eu sei*

2 comentários:

mfc disse...

A água também me diz muito a mim...

Paula Raposo disse...

Belíssimo post!! Beijos.