19.10.09

De Saudades (em procura)

Não sei
(não posso saber)
onde moram
(Vêm-me ao pensamento tantas coisas depois de te ler...)
Mas, sonhos e astros
andam juntos de mãos dadas
brincam juntos às escondidas
com o futuro e o passado
(consigo mesmo imaginá-los de mãos dadas)

E eu achava
(porque os meus olhos brilham e o meu dedo indicador aponta bem alto)
que só podiam morar num lugar
(aquele lugar)
só naquele
O lugar que o Universo tem guardado
(naquele bolso escondido)
para cada um de nós saber
a cor do dia, do lago e do mar
sempre que nos perdermos
de nós mesmos
(o nosso ponto de encontro de nós connosco)

Será que é lá?
Eu achava que sim...

:)

*******

Dedico à Saudades,
porque estas palavras foram escritas para ela, depois de a ler.
Tomei a liberdade de trazê-las para o 'meu' Mar ainda sem a sua autorização.

3 comentários:

Paula Raposo disse...

Muito bonito!! Beijos.

Maria Clarinda disse...

E ela de certeza que ficará super feliz, pois ficou um post lindo!!!
Jinhos muitos!!!!!!!!

mfc disse...

Lindo... uma óptima escolha toda ela cheia de ternura.