9.2.10

Hoje sou Tartaruga.
Caminho devagar.
Levo a minha casa comigo.
Aonde quer que esteja, aí será a minha casa.
Por isso, já estou em casa.

2 comentários:

Lídia Borges disse...

E estar em casa saindo por aí devagar, sorvendo a luz e o azul deve ser bom...
Não é Tartaruga?

Um beijo

Rui Miguel Félix disse...

Passei, também, para te dizer que me fez todo sentido hoje ouvir e ler esta passagem de tartaruga... e que sentido.

É isso.

Home, shell - o mundo é a nossa casa

Beijinhos e um rodopio! :)