30.7.10




Existimos em relação com todos os pontos do universo, tal como com o futuro e o passado. É só da direcção e da duração da nossa atenção observadora que depende a questão de sabermos que relação preferimos cultivar, que relação será para nós a mais importante e a mais activa.

NOVALIS
Fragmentus
(tradução de Mário Cesariny)

2 comentários:

AC disse...

No cerne...

Beijo

Joana Homem da Costa disse...

que bonito...é isso mesmo!