20.6.11

Hoje recordo 'Saudades'




Se há um coração bordado a fio de prata,
(bordado à mão, com dedos redondos de meias-luas perfeitas)
Podia dizer-se que o fio de prata vinha do Mar* ou do Rio
(do rio que nasce nesses braços/ do Mar* que nasce nesses olhos)





Se há girassóis iluminados, olhando o céu
(Como se fossem estrelas da terra, durante o dia)
Iluminando faces
(sem sobreaquecer)
Com uma luz que vai de face em face
(em cada beijo)

Então,
(se tudo isto foi imaginado em dia de arco-íris de Verão)
Então, Saudades
Eu diria que esta é a minha saudação,
Retribuindo essa lembrança da Sereia*

2 comentários:

mfc disse...

Gosto destes olhares alegres e cheios de sentimento.

Gabriel disse...

Olá meu nome é Gabriel sou do Rio de Janeiro e te convido a participar do meu blog, conto com você

http://drivesoulrock.blogspot.com/