10.5.11

Hoje caminhei de novo pelo caminho de todos os dias. E eu sei que a Primavera tráz a esse caminho aquelas flores. Passo todos os dias e, todos os dias, espero vê-las florir. Acompanho o processo todo com o sorriso de quem espera pelo final feliz.
Hoje. Foi Hoje.
Os Corações Brancos estavam espalhados pelo chão. O vento deve ter passado antes de mim. Passei de modo a não pisar nenhum, escolhi dois e juntei-os na palma da minha mão.

Eu já sabia que os corações iam cair, que o vento ia soprar mais do que a brisa e que a chuva de Corações Brancos existe. Eu já lá estive nesse dia, já vivi esse momento, já vi essas pétalas cairem em circulos espirais e deslizarem até ao chão.

Gosto tanto*

3.5.11

Happyness is when...

... What you say, what you think and what you do
are in HARMONY*


(vi isto hoje e... partilho)

2.5.11

Da Minha Mãe

A vida quis que a nossa caminhada fosse feita uma com a outra.
E depois de eu ser a tua filha, já fui a tua mãe muitas vezes. Ser tua Mãe tem a parte boa de ser eu a cuidar de ti e a responsabilidade menos boa que é não ser tão boa Mãe como tu foste.
Sempre sobrevalorizei a tua capacidade se SERES MÃE, sem nunca teres sido filha. Para mim, foste a melhor que eu podia ter tido, sem nunca teres um modelo ou um exemplo para seguires, para te guiares, para te dar uma dica, te ensinar a seres a Mãe que és.
E tu soubeste sempre ser Mãe.
Não vou aqui apontar tudo o que fizeste por mim, tudo o que me ensinaste, nem nenhum momento mais especial.
Sou feliz porque sou tua filha e porque a minha Mãe és TU*